sexta-feira, 10 de outubro de 2014

Nascimento – Kátia Rose Pinho

Porque caíram os olhos
O espelho aqueceu-se

Porque despiram a boca
O canto fez-se

Porque cercearam as mãos
A liberdade acusou-se

Porque prenderam os pés
O passado forjou-se

Porque negacearam o corpo
A lâmina desceu sobre o ventre
E a noite pariu estrelas

Um comentário: