segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

DEVORAÇÃO - Rafael Rocha

Do livro “Poemas Escolhidos”

Por desejos vãos nos devoramos
Ao não podermos ser mais outros eus
Pelas paixões loucas nos marcamos
Ao conhecer as terras que deixamos
Nessas trilhas onde caminhamos
Com nossos corações ateus

Em coitos demorados nós gozamos
Sob as lendas do Olimpo e de Zeus
Nos delírios onde vidas devassamos
No saber as paixões que criamos
Nos espaços onde ambos deliramos
As loucuras do nunca dar adeus

Chega o momento onde nos miramos
O tempo não é mais os outros eus
E as paixões loucas que mesclamos
Suas marcas não mais as encontramos
E a terra onde nós pisamos
É o minotauro lendário dos perseus

2 comentários:

  1. Meu amigo através de si, envio para todos os poetas e poetisas
    vivos, os meus desejos de um FELIZ e SANTO NATAL.
    Um sentido abraço para todos.
    Irene Alves

    ResponderExcluir